Sobre a Ouvidoria

A Ouvidoria do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região é um canal de comunicação direta entre você e o Tribunal. Nosso objetivo é orientar, transmitir informações e colaborar no aprimoramento das atividades desenvolvidas pela justiça. A Ouvidoria é um espaço de participação social e de construção da democracia, permitindo a cooperação ativa dos cidadãos no controle da qualidade dos serviços públicos.


A existência da Ouvidoria tem como base a Constituição Federal, em seu artigo 37, parágrafo 3º - sendo na prática o órgão que possibilita ao cidadão a apresentação de manifestações relativas à prestação dos serviços públicos em geral, tais como: Pedidos de Informação, Reclamações, Elogios, Sugestões, Denúncias e outras solicitações de competência da Ouvidoria.


Conheça a Desembargadora Ouvidora.


Atribuições, legislação aplicável e histórico

Conheça as atribuições e os principais fatos históricos da Ouvidoria do TRT8

Saiba mais

Horários de atendimento ao público, endereços e telefones

Conheça como entrar em contato com o Tribunal

Saiba mais

Fluxo de atendimento, tipos de demandas e acompanhamento de demandas

Veja como suas manifestações serão tratadas e como elas são classificadas. Acesse aqui o Cartão Virtual da Ouvidoria.

Saiba mais

Serviço de Informações ao Cidadão - SIC

SIC é um sistema específico que permite ao cidadão enviar e acompanhar seus pedidos de informação.

Saiba mais

Pedido de Acesso à Informação

Este canal deve ser utilizado para o encaminhamento de Pedidos de Informação com base na Lei de Acesso à Informação.

Saiba mais

Serviço de Registro de Denúncias e Reclamações

Canal para registro de Reclamação ou Denúncia sobre os serviços prestados pelo TRT 8ª Região.

Saiba mais

Carta de Serviços ao Usuário

Conheça os serviços prestados pelo TRT da 8ª Região, bem como os respectivos requisitos e canais de acesso.

Saiba mais

Ações de Melhoria da Transparência

Conheça as ações desenvolvidas pelo TRT 8ª Região para a concretização do direito constitucional de acesso à informação.

Saiba mais

Relatórios da Ouvidoria

Conheça o Relatório de Gestão da Ouvidoria e os Relatórios Anuais

Saiba mais

Perguntas Frequentes

A Lei 13.460/2017 é um dos principais marcos na regulação dos direitos do cidadão que utiliza os serviços públicos.

Em especial, os artigos 5º e 6º da mencionada lei elencam vários direitos assegurados. Também há deveres que são estabelecidos, tais como àqueles constantes no artigo 8º do mesmo diploma legal.

 

Os principais tipos de manifestação previstos na legislação são: pedidos de informação, reclamações, denúncias, sugestões, elogios e outros que tenham como objeto a prestação de serviços públicos e a conduta de agentes públicos.

Referência: Lei de Acesso à Informação e Lei 13.460/2017, Art. 2º, V.

 

É um documento disponibilizado pelo órgão público que tem como objetivo informar ao cidadão sobre os serviços prestados, bem como as formas de acesso a esses serviços.

Está previsto na Lei 13.460/2017, artigo 7º.

 

 

De acordo com a Lei 13.460/2017, no artigo 16, o prazo para resposta é 30 (trinta) dias, prorrogável uma única vez, por igual período e desde que justificado.

Para pedidos de informação, com base na Lei 12.527/2011 (Lei de Acesso à Informação), o prazo para resposta é de 20 (vinte) dias, também prorrogável por mais 10 (dez) dias, mediante justificativa expressa.

 

Para dúvidas relacionadas ao sistema PJe, recomenda-se procurar inicialmente saná-las através de uma releitura dos manuais disponibilizados. Há uma grande chance da informação procurada estar presente nos manuais já existentes. Segue o link:

Ajuda do PJe

Caso a dúvida persista, usuários do TRT8 podem solicitar suporte ao sistema PJe através de chamado aberto no "CAPE - Central de Atendimento ao Público Externo", disponibilizado pela Secretaria de Tecnologia da Informação do Tribunal.

Este é o link para solicitações de suporte ao sistema PJe:

https://cape.trt8.jus.br/

Após se cadastrar no CAPE, abra um chamado descrevendo com detalhes a dificuldade ou problema encontrado. Tal chamado será lido e respondido pela equipe da área tecnológica do tribunal.

 

Para dúvidas relacionadas à instalação e/ou uso do PJe-Calc Cidadão, recomenda-se procurar inicialmente saná-las através de uma releitura dos manuais disponibilizados. Há uma grande chance da informação procurada estar presente nos manuais já existentes.

Caso a dúvida persista, usuários do TRT8 podem solicitar suporte ao PJe-Calc através de chamado aberto no "CAPE - Central de Atendimento ao Público Externo", disponibilizado pela Secretaria de Tecnologia da Informação do Tribunal.

Segue o link:

https://cape.trt8.jus.br/

Após se cadastrar no CAPE, abra um chamado e reporte sua dificuldade ou dúvida através do referido canal. Ele será lido e respondido pela equipe da área tecnológica do TRT8.

Não deixe de conhecer outros links com ajuda ao PJe-Calc:

- Página do PJe-Calc Cidadão no portal TRT8:

https://www.trt8.jus.br/pjecalc-cidadao

- Manual de instalação, Manual do usuário e Tutorial de Uso, disponíveis no Portal do TRT8:

https://www.trt8.jus.br/pjecalc-cidadao/manuais

- Perguntas Frequentes (FAQ) sobre o PJE-Calc:

https://www.trt8.jus.br/pjecalc-cidadao/perguntas-frequentes-duvidas-tecnicas (dúvidas técnicas)

https://www.trt8.jus.br/pjecalc-cidadao/perguntas-frequentes-duvidas-negociais (dúvidas negociais).

- Manuais e outros Tutoriais sobre o PJE-Calc:

https://pje.csjt.jus.br/manual/index.php/PJE-Calc

https://pje.csjt.jus.br/manual/index.php/PJe-Calc-Tutorial

 

Para obter Certidão Eletrônica de Processos Trabalhistas PJe do TRT8, siga o procedimento do manual abaixo:

Manual - Emissão de Certidão Eletrônica de Processos PJe

Caso não sirva a certidão emitida através do procedimento acima (ex: processos físicos ou já arquivados), será necessário solicitar a certidão à Central de Atendimento do TRT8, conforme as orientações abaixo:

Procedimento de Solicitação de Certidão de Processos à Central de Atendimento do TRT8

 

Para realização de audiência por videoconferência, o TRT8 tem utilizado preferencialmente a ferramenta Google Meet.

A Corregedoria Regional regulamentou a realização de audiências por videoconferência, conforme o Ato Normativo abaixo:

Ato Normativo CR número 01 de 2020

Clique abaixo para orientações diversas e ajuda para utilização do Google Meet:

Requisitos para usar o Google Meet

Como participar de uma videochamada

Treinamento e ajuda completa do Google Meet